Fazemos tudo com flor & amor

As flores da minha orquídea Phalaenopsis caíram, e agora?

Aqui você encontra tudo o que precisa saber para cuidar e florescer seu produto da melhor maneira possível. Aproveite!

Muitas pessoas fazem esta pergunta após o término de floração de uma orquídea.

É importante salientar que, as flores são um ciclo, e um dia elas se vão, mas florescerão novamente.

As Phalaenopsis passam por etapas até sua floração, começando pela indução, nos períodos de temperaturas mais amenas, entre 17 a 21°C. É nesta fase que suas hastes crescem e se fortalecem para receber as flores. Quando a temperatura aumenta, consequentemente as flores aparecem, e dependo dos cuidados que receberem em casa, podem durar em média 3 meses ou mais. Mas vale lembrar que não existe um mês exato para a floração, pois ela varia de acordo com o clima de cada região.

E quando as flores caem, o que realmente deve ser feito?

O primeiro passo é cortar as hastes, deixando apenas cerca de 3 cm. Mas para isso é necessária uma boa ferramenta de corte, pode ser uma tesoura de poda ou uma tesoura comum que tiver em sua casa, desde que esteja afiada e não esmague a haste no momento do corte.

Neste passo é preciso muita atenção, não vá pegando a primeira tesoura que ver pela frente e logo ir cortando a haste floral da orquídea.

A ferramenta que for utilizar para o corte precisa estar esterilizada. Recomendamos que use um copo de vidro que caiba toda a lâmina. Tendo isso, faça uma misturinha, metade água e cerca de 10ml de cloro, e deixe sua tesoura mergulhada por um momento.

Agora, sem dor no coração, é hora de cortar a haste floral, e fique tranquila (o),  você está fazendo um bem danado para sua orquídea, pois agora ela terá suas energias concentradas para desenvolver sua haste e produzir novas flores.

Vale lembrar que a cada corte feito, é importante mergulhar novamente a tesoura no recipiente, dessa forma você garante que não passará contaminação de uma haste para outra.

Feito tudo isso, vem a etapa mais importante, a etapa da paciência e carinho com sua orquídea. Continue cultivando e seguindo os cuidados básicos de iluminação, ventilação, adubação e umidade. Em breve a surpresa virá! Para saber seus cuidados básicos clique aqui.

Aproveite todo nosso conteúdo

Cuidados Básicos

Violeta

Nome Científico: Saintpaulia ionantha. Nome Popular: Violeta, Violeta africana. Características: É originária das montanhas de Tanger, na África do Norte. Por isso ficou popular como

Saiba mais »
Cuidados Básicos

Phalaenopsis

Nome Científico: Phalaenopolis x Hybridus. Nome Popular: Phalaenopsis. Características: Herbácea híbrida, rizomatosa, muito florífera, de origem complexa, na qual participaram várias espécies originárias da Polinésia,

Saiba mais »
Cuidados Básicos

Lírio

Nome Científico: Lilium Pumilum / Lilium Speciosum Nome Popular: Lírio Asiático e Lírio Oriental. Características: Herbácea bulbosa, ereta, não ramificada. O Lírio Asiático (Lilium Pumilum)

Saiba mais »
Cuidados Básicos

Ixóra

Nome Científico: Ixora Coccínea. Nome Popular: Ixora. Características: Arbusto de textura lenhosa, ereto, pouco ramificado. Originário das Índias Orientais. Possui ramagem densa e florescimento vistoso.

Saiba mais »