Fazemos tudo com flor & amor

Ixóra

Aqui você encontra tudo o que precisa saber para cuidar e florescer seu produto da melhor maneira possível. Aproveite!

Nome Científico: Ixora Coccínea.

Nome Popular: Ixora.

Características: Arbusto de textura lenhosa, ereto, pouco ramificado. Originário das Índias Orientais. Possui ramagem densa e florescimento vistoso.

Porte: Quando adulta pode atingir até 4 metros, porém quando plantada em vasos, não costuma passar de 1 metro.

Ciclo de vida: Perene.

Flores: Possui inflorescências terminais grandes com numerosas flores pequenas de diversos tons de laranja e vermelho nas variedades mais antigas. Atualmente são cultivadas também variedades de tons rosa e amarelo. São muito duráveis e atraem beija-flores e borboletas. Formam-se durante a primavera e verão.

Necessidades básicas:

Iluminação: A Ixora é bastante resistente à exposição ao sol. Pode ser mantida em jardins sob Sol pleno, ou em locais bastante iluminados.

Rega: O solo deve ser mantido moderadamente úmido, podendo secar entre uma rega e outra. Plantas em vaso: Para regar, coloque água uniformemente na terra até que esta comece a pingar pelos orifícios do vaso. O excesso de água que fica no pratinho deve ser eliminado, pois pode provocar encharcamento, que resulta em falta de oxigenação para as raízes, prejudicando seu desenvolvimento e facilitado à proliferação de fungos e bactérias. Lembrando que água parada prolifera insetos como o mosquito da dengue. Plantas em jardim: Em dias quentes a água deverá ser fresca para ajudar a planta a se refrescar. Pode-se molhar toda a planta. A freqüência de rega será determinada por você, pois é de acordo com a temperatura e umidade do ar que a planta perde mais ou menos água. Portanto, utilize como seu indicador de umidade o dedo. Introduza o dedo na terra, para sentir se está com pouca umidade ou não, e observe: se o dedo ficar só com uma “poeirinha”, o solo está seco, caso o dedo venha com algumas partículas de terra, está úmido. A simples observação da planta pode indicar os sintomas de falta ou excesso de água. Sintomas de falta de água: queima das folhas. Sintomas de excesso de água: as raízes apodrecem.

Substrato: Para maior desenvolvimento, misture na terra um pouco de adubo com grande quantidade de húmus, seguindo Sempre as indicações e recomendações do fabricante sobre dosagens e freqüências.

Adubação: Pode ser utilizado NPK 10-10-10.

Cuidados:

Poda: Mantenha o vaso sempre limpo, eliminado com uma tesoura afiada as folhas e flores velhas e mortas. No jardim, não é necessário podar, porém caso queira fazer uma poda de contenção, recomenda-se podar os galhos maiores.

Método de propagação ou replante: Na primavera, por meio de estacas de 10 a 15 centímetros de comprimento, removidas de ramos jovens e vigorosos. Deve-se deixa-las enraizar em ambiente úmido e de preferência protegido.

Aproveite todo nosso conteúdo

Cuidados Básicos

Violeta

Nome Científico: Saintpaulia ionantha. Nome Popular: Violeta, Violeta africana. Características: É originária das montanhas de Tanger, na África do Norte. Por isso ficou popular como

Saiba mais »
Cuidados Básicos

Phalaenopsis

Nome Científico: Phalaenopolis x Hybridus. Nome Popular: Phalaenopsis. Características: Herbácea híbrida, rizomatosa, muito florífera, de origem complexa, na qual participaram várias espécies originárias da Polinésia,

Saiba mais »